Resenha: Tarde Demais- Colleen Hoover

Diferente de todos os seus livros, Tarde Demais foi primeiramente publicado no Wattpad e só teve sua versão física depois de muitos pedidos de seus fãs! A pesar de ser a mesma editora que publica todos os livros da Colleen no Brasil, esse em especial acabou sendo pelo selo Record, pois esse livro é muito pesado e contém muitos gatilhos, por isso, se alguém não se sentir confortável com assuntos como violência, estupro e temas delicados recomendo que não leia o livro nem minha resenha.

Editora: Record
Avaliação: ★.5/5
Onde encontrar: Amazon - Saraiva - Submarino

Sloan é uma menina que se vê presa em um relacionamento abusivo e não tem chances de sair já que seu namorado além de ser um dos traficantes mais importantes da região, ele paga o tratamento médico de seu irmão e deu um lar para a menina. Ela sonha com o dia em que conseguirá dinheiro suficiente para conseguir se ver livre daquele lugar e arcar com todas as despesas de seu irmão. Para Asa, seu namorado, tudo que importa é seu corpo, onde ele pode usar quando e onde quiser, sem ao menos saber se ela está concorda com tudo que está acontecendo ali, ele só pensa em si, no próprio prazer e não quer nem saber como os outros se sentem.

Carter a primeira vista é apenas um aluno que acaba na mesma sala de Sloan mas após descobrimos que ele é um policial disfarçado e sua missão é acabar com o império do Asa e prende-lo. A primeira vista, a atração entre os dois é momentânea e eles vão criando uma pequena amizade até que ela descobre que ele está em contato com Asa e achando que os dois são iguais prefere se afastar dele enquanto isso Carter recebe a missão de se aproximar da garota para tentar arrancar o máximo de informações possíveis. Com o tempo, Sloan percebe que ele não é igual as pessoas que ele tem constante contato na casa em que mora e ele percebe que ela não tem nenhuma informação que conseguirá levar Asa para trás das grades e fica cada vez mais difícil negar a vontade que eles tem de ficar juntos.

Asa Jackson teve uma infância muito difícil, perdeu a mãe cedo e viu seu par ser preso, esse o ensinou diversas coisas sobre as mulheres e principalmente a não confiar numa vadia o que ele segue fervorosamente. É um homem totalmente possessivo, que vigia todos os passos de sua namorada e cobra fidelidade quanto ele não a faz. Para ele, mulheres só servem para satisfazer as vontades masculinas a procriar, nada mais. Faz o que bem entender e quando tiver vontade com a Sloan onde ela é constantemente acordada em momentos em que ele está fazendo sexo com ela enquanto ela dorme, além de ter crises absurdas de ciumes. Sendo totalmente o oposto do que deveria ser um homem.



Confesso que foi muito difícil de ler esse livro, principalmente as partes em que Asa e suas atitudes estavam presentes, não é algo que de para ler de uma vez só pois o livro está em constantes situações em que a leitura se tornava algo difícil e muitas vezes parava um pouco você ficava muito nervosa e aflita com situações em que a Sloan, e qualquer outra garota que passava pelas mãos de Asa eram obrigadas a fazer. Tem diversos gatilhos em muitas partes do livro e foi correta a atitude de editora em recomendar esse livro apenas para maiores de 18 anos. As cenas do Carter eram as mais leves pois não eramos obrigados a ver as situações de Asa. Nada que ele faz é justificável e o fato de ter tido uma infância difícil só corrobora para a formação dele e a forma em que ele diga com as situações. Ele é extremamente possessivo e descontrolado, e precisa da constante afirmação de que Sloan não vai o deixar e que ela o ama, só assim ele consegue ficar, pelo menos por um curto período, calmo. 

Sou grande fã da Colleen e estou sempre lendo algumas coisas dela (só faltam poucos livros para ler todos dela) mas não curti muito a parte final. Foi notório que ela não queria finalizar esse livro e começou a criar epílogo, prólogo, epílogo do epílogo e acabou sendo publicado nessa ordem no Wattpad e acabou ficando um pouco confuso no final você acabar a leitura e pegar o prólogo para ler e logo e seguida outro epílogo. Ela começou a criar situações bizarras para não dar um ponto final no livro mas em determinado momento acabou se tornando inevitável e a história em fim se acabou. Recomendo esse livro para todos, menos aqueles mais sensíveis ou que esses gatilhos possam trazer memórias indesejadas, leiam se estiverem prontos para entrar na mente doentia de Asa e de tudo que ele é capaz de fazer e estejam preparados para experimentar as piores sensações possíveis no decorrer desse livro.

Espero que tenham gostado da resenha e qualquer coisa é só colocar nos comentários ou entrar em contato comigo por e-mail ou no instagram.

Beijos e até a próxima
Thayná

Thayná Alves

Thayná Alves, 19 anos, carioca, cursando Relações Públicas e apaixonada por livros e séries.

4 comentários:

  1. Oi Thayná
    Eu li esse livro recentemente também e amei o trabalho da autora. Ela conseguiu mostrar de todas as formas um relacionamento abusivo, como algo que começou bem se tornou algo tão grotesco. Eu ficava abismada quando lia as partes de Asa, os pensamentos dele eram absurdos e ele realmente acreditava que tudo o que fazia era por amor e não por uma obsessão louca. Sinto falta de ler mais obras da CoHo, pretendo ler mais agora.
    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Thayná!
    São temas bem fortes os desse livro, n sei se conseguiria ler...
    Mas a CoHo escreve bem, já li Métrica e Verity dela!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha!! Arrasou
    Sucesso
    Beijinhos

    ResponderExcluir